Notícias

 

O professor José do Carmo Rodrigues concluiu em setembro de 2012 uma pesquisa sobre a conversão ao espiritismo no Brasil, como tema de sua tese de doutorado em Ciências da Religião, na Universidade Metodista de São Paulo.

A pesquisa se destinou às pessoas que se converteram ao espiritismo, isto é, vieram de outras religiões para a Doutrina Espírita.

Essa pesquisa teve abrangência nacional e os dados estão disponíveis logo abaixo.

 

 

 

 

Leia mais...

Diante do debate público em torno da questão do aborto, sobretudo em razão da recente posição do Conselho Federal de Medicina (CFM), que propõe a possibilidade de realização do aborto até a 12ª semana de gestação, por vontade da gestante, a Associação Jurídico-Espírita do Brasil (AJE-BR) e as AJEs dos Estados do Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo e do Distrito Federal manifestam o entendimento no sentido de que o direito à vida é de natureza fundamental a todo e qualquer ser humano, a contar da concepção, razão pela qual se posicionam contrariamente ao aborto.

De outro lado, as AJEs destacam, para além dos aspectos meramente criminais, o dever jurídico do Estado, em respeito ao princípio da dignidade da pessoa humana e ao objetivo constitucional de se construir uma sociedade livre, justa e solidária, de garantir total e irrestrita proteção à gestante, mediante efetiva implantação de políticas públicas de saúde e assistência social, proporcionando-lhe o acesso universal e igualitário às ações preventivas, de promoção e recuperação da saúde, aqui entendida tanto no aspecto físico, como psicológico e espiritual.

Por fim, como decorrência do dever estatal de proteção à família, à maternidade, ao nascituro, à infância, à adolescência e à velhice, as AJEs esperam do Poder Público a adequada e prioritária atenção à educação, único caminho que leva o ser humano ao exercício responsável e consciente da cidadania, permitindo-lhe o cumprimento de deveres e o gozo de direitos, num horizonte de convívio social que torne dispensável a sanção penal.

Associação Jurídico-Espírita do Brasil (AJE-BR), AJE-ES, AJE-GO, AJE-MG, AJE-MS, AJE-PE, AJE-RIO, AJE-RO, AJE-RS, AJE-SP e AJE-DF

Fonte: http://www.ajesaopaulo.com.br/

 

Foi no dia 18 de abril de 1857, na cidade de Paris, capital da França, que veio a lume "O Livro dos Espíritos", a obra basilar do Espiritismo, ditada pelo mundo invisível e compilada, separada, classificada e codificada pelo ínclito professor Hippolyte Léon Denizard Rivail, que, propositadamente, adotou o pseudônimo de Allan Kardec, nome que tivera em recuada existência pretérita, a fim de que a obra pudesse ser comprada, se fosse o caso, pelo seu conteúdo e não por quem a assinava, já que era ele muitíssimo conhecido e reconhecido, como professor e como autor de diversos livros, vários dos quais adotados pela Universidade de Paris, notadamente os que versavam sobre educação.

Teve considerável peso também, na adoção do pseudônimo, o fato de que o livro foi ditado pelos Espíritos Superiores, daí o título "O Livro dos Espíritos", não sendo obra dele, professor Rivail, portanto, não obstante tenha nela lançado inúmeros comentários e observações pessoais.

Nota-se, assim, desde logo, por esses detalhes, a conduta reta e ilibada do professor Rivail, o codificador do Espiritismo, que foi discípulo de Johann Heinrich Pestalozzi, famoso educador e fundador do Internato de Yverdon, na Suíça, e, posteriormente, seu substituto predileto, tendo sido considerado pelo célebre astrônomo francês Camille Flammarion "o bom senso encarnado", que, acrescente-se, sempre procurou agir com seriedade e sem rejeições apriorísticas, características do verdadeiro cientista.

Constituía traço característico de sua personalidade, por igual, a preservação da ética, sempre, em suas múltiplas e variadas expressões.

De 1855 a 1869, quando desencarnou em 31 de março, o eminente e ilustrado professor Rivail consagrou sua existência ao Espiritismo.

Leia mais...

Desencarnou ontem, dia 25 de fevereiro, em São Paulo, o ator e diretor teatral Luiz Baccelli, que recentemente atuou no filme E A Vida Continua…, no papel principal como Ernesto Fantini.

Baccelli sofreu uma parada cardíaca em decorrência de complicações hepáticas que vinha enfrentando nos últimos meses.  O velório iniciado ontem será realizado no Cemitério do Araçá (Av. Dr. Arnaldo, 300 – São Paulo/SP) até às 14h de hoje, dia 26, onde o corpo será levado para cremação no Cemitério de Vila Alpina às 15h30.

Nascido em 13 de setembro de 1943 era professor, historiador e diretor do grupo teatral Ação Entre Amigos. Participou de novelas e mais recentemente atuou no filme E A Vida Continua…, baseado em livro ditado pelo espírito André Luiz e psicografado por Chico Xavier, com direção de Paulo Figueiredo.

Fonte: http://www.febnet.org.br

Um grupo de amigos, entre eles alguns casais, de cinco cidades (Araçatuba, Araraquara, Botucatu, Guaxupé-MG e Matão), num projeto que gradativamente ganhou corpo, fundou o INSTITUTO CAIRBAR SCHUTEL.

Num tempo aproximado de quase dois anos, os diálogos se estabeleceram e a união concretizou o sonho. A ideia foi apresentada ao público espírita durante o ENCONTRO CAIRBAR SCHUTEL, ocorrido em Matão no último mês de setembro, na presença aproximada de 600 pessoas, de 75 cidades e 5 estados representados.

Satisfeita a exigência legal dos ESTATUTOS, com registro em cartório, e a obtenção do CNPJ para formalização de Pessoa Jurídica, a instituição gradativamente ficará conhecida do público e iniciará sua atuação, agregando companheiros idealistas de todo o país.

Sem fins lucrativos e sem remunerar sócios ou diretores, a instituição tem foco definido em proposta ousada e criativa na divulgação espírita, que será gradativamente conhecida.

Para geração da primeira receita e início da ação, amigos de Araraquara organizaram um show musical, O Som da Paz, evento que ocorreu no dia 24 de novembro de 2012.

A instituição, embora sediada em Matão, não é de Matão, nem de Araraquara. Ela beneficiará toda a região, promovendo e patrocinando eventos, formando e reciclando tarefeiros e direcionando esforços para outras metas que gradativamente serão apresentadas ao movimento espírita.

Estejamos juntos. É o primeiro passo de ações, iniciativas e realizações que virão gradativamente. Nossa gratidão a todos!

Por: Orson Peter Carrara

Fonte: http://institutocairbarschutel.org

Livro Falando com os Mortos, que aborda a historia das irmãs Fox virará filme.

A Cinetica Filmes, do roteirista Wagner Assis, e a Migdal Filmes, da cineasta Iafa Britz compraram os direitos de Barbara Weisberg.

O projeto já está em desenvolvimento.

Weisberg. O projeto já está em desenvolvimento.
A obra retrata a história real das irmãs Kate e Maggie Fox que provocaram grandes repercussões ao revelar que conseguiam se comunicar com espíritos.
O livro, bem recebido pela crítica, conta com pesquisa por parte da autora das análises psicológicas e culturais sobre as jovens e a família Fox, além de estudar o local e a época em que viveram.

Fonte: Site da FEB http://www.febnet.org.br/

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...