Pais e filhos - Amor em ação

A adolescência é o período próprio do desenvolvimento físico e psicológico, que se inicia aproximadamente aos catorze anos para os rapazes e aos doze anos para as moças, prolongando-se, até aos vinte e dezoito anos, respectivamente, nos países de clima frio, sendo que nos trópicos há uma variação para mais cedo.

Nessa fase, há um desdobramento dos órgãos secundários do sexo, dando surgimento aos fatores propiciatórios da reprodução, como sejam o espermatozóide no fluido seminal e o catamênio. Os rapazes experimentam alterações na voz, enquanto as moças apresentam desenvolvimento dos ossos da bacia, dos seios, o que ocorre com certa rapidez,

Normalmente acompanhados pelo surgimento da afetividade, do interesse sexual e dos conflitos na área do comportamento, como insegurança, ansiedade, timidez, instabilidade, angústia, facultando o espaço para desenvolvimento e definição da personalidade, aparecimento das tendências e das vocações.

Leia mais...

Incontestavelmente, o lar é o melhor educandário, o mais eficiente, porque as lições  aí  ministradas  são  vivas  e  impressionáveis,  carregadas  de  emoção  e  força.

Família, por isso mesmo, é o conjunto de seres que se unem pela consanguinidade para  um  empreendimento  superior,  no  qual  são  investidos  valores  inestimáveis  que  se  conjugam em prol dos resultados felizes que devem ser conseguidos ao largo dos anos,  graças ao relacionamento entre pais e filhos, irmãos e parentes.

Leia mais...

As crianças desde o berço podem e devem estar presentes no momento do Evangelho no Lar. Sua participação vai variar conforme a idade: desde bem pequenas podem ser incentivadas a participar, fazendo a prece, os comentários e as vibrações, e quando souberem ler, poderão realizar a leitura.

Quando houver crianças participando, a leitura e os comentários devem ser realizados com linguagem que permita o entendimento por parte delas. Podem ser utilizados livros com histórias de conteúdo moral, evangélico ou espírita. É interessante que os pais conheçam previamente os livros e as histórias que serão lidas naquele dia, facilitando, assim, os comentários após a leitura.

É de grande importância que os adultos incentivem a participação das crianças e expliquem a elas o que acontece naquele momento de estudo e reunião em família.

Um roteiro de como explicar para as crianças o que é e quais as etapas do Evangelho no Lar.

O Evangelho é um livro onde podemos aprender sobre Jesus, as histórias que ele contava e as lições de paz e de amor que ele ensinou durante sua vida.

Para estudarmos o Evangelho de Jesus reunimos a família e fazemos o "Evangelho no Lar".

Devemos marcar um horário na semana, e convidar a família a estudar e trocar idéias. Tem a duração de aproximadamente 20 a 30 minutos.

Iniciamos o Evangelho no Lar com a prece do Pai Nosso ou outra prece simples e espontânea,  depois lemos um trecho escolhido ou aberto ao acaso do livro "O Evangelho Segundo o Espiritismo" ou de outro livro que contenha os ensinamentos do Mestre Jesus.

Após a leitura, conversamos e cada pessoa diz o que entendeu, ou qual a mensagem do texto, sempre evitando discórdia ou "cobranças" de atitudes dos familiares.

Leia mais...

Evangelização infantil Mas, o que é bullying?

Bullying é um termo em inglês utilizado para descrever atos de violência física ou psicológica, intencionais e repetidos, praticados por um indivíduo ou grupo de indivíduos com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz(es) de se defender.

Também existem as vítimas/agressoras, ou autores/alvos, que em determinados momentos cometem agressões, porém também são vítimas de bullying pela turma.

O preconceito, a intolerância, a agressão física e psicológica sobre alguém é prova que ainda não aprendemos a amar o próximo.

Amar significa respeitar, aceitar, cuidar, ajudar, amparar aqueles que convivem conosco no mundo.

Os pais devem ter cuidado com os comentários preconceituosos que fazem perto dos filhos.

A educação moral religiosa deles deve começar no lar principalmente através do exemplo dos pais e daqueles que convivem com eles.
Quando nossos filhos vão pela primeira vez na escola devemos conversar com eles explicando que encontrarão coleguinhas de cor de pele, de cabelo, de olhos diferentes, que podem ter defeitos físicos e mentais, enfim, e explicar que são todos filhos de Deus assim como eles são. E que Deus nos faz todos diferentes, mas que devemos tratar todos iguais, sem risos, piadas, humilhações e violência.

Leia mais...


Temos notado um grande número de crianças e adolescentes, apresentando comportamentos de agressividade, não aceitando limites, manipulam, desejam tudo ao seu modo, tem baixa tolerância a frustrações, são desafiadores e não raro, hostilizam figuras que representam autoridade, pais, avós, professores, recusam seguir regras, quando contrariados, mostram-se enraivecidos, rancorosos ou vingativos. Estas são as características essenciais do T.D.O (Transtorno Desafiador Opositivo).
O transtorno Desafiador Opositivo, é mais frequente em crianças e adolescentes nas famílias, onde os cuidados são permeados por uma educação muito rígida, inconsistente ou muito permissiva e em alguns casos, nota-se a ausência dos pais, não apenas fisicamente, mas principalmente no acompanhamento do desenvolvimento moral e emocional dos filhos, acarretando déficit na construção de uma psicologia saudável.
Atenção pois, pais ou responsáveis, que tem para si a responsabilidade de conduzir e educar crianças e adolescentes. A era da tecnologia apresenta um leque muito dilatado de opções, mas nem sempre os filhos possuem maturidade, para escolher com responsabilidade o melhor conteúdo para uma boa formação psicológica. O fato da criança ou adolescente estar dentro de casa, isso nem sempre significa que ele está em segurança, se os pais ou responsáveis não estão abertos ao diálogo, não observam mudanças no comportamento, não se interessam pelas escolhas de seus filhos e tutelados, permitindo que a internet, a TV ou a rua, os influenciem a ponto de eleger escolhas equivocadas, cujas conseqüências estão explicitamente estampadas nos noticiários, só resta lamentar, pois o caminho de volta é dolorido e nem sempre aceito, pois corrigir é muito mais difícil que educar, o esforço gera desgastes e quase sempre é imprescindível o apoio profissional psicológico e em alguns casos até mesmo psiquiátrico.

 

Leia mais...


A criança é um ser espiritual, criado por Deus, ora vivendo no plano do Espírito, ora respirando num corpo material. A criança é antes de mais nada um Espírito reencarnado, uma alma que recomeça uma nova existência na carne.

Como ser espiritual, traz toda uma bagagem acumulada ao longo de sua trajetória evolutiva. Seu destino é toda a perfeição de que é suscetível e, para isso, conta com o tempo necessário, pois seu esforço de aperfeiçoamento não se circunscreve, apenas, a uma existência terrena. No corpo e fora dele, dá continuidade ao seu aperfeiçoamento e à sua caminhada na conquista da felicidade.

Precisamos entender bem a função própria do período infantil para avaliarmos a real importância da Evangelização Espírita Infanto-Juvenil. Afinal, por que Espíritos velhos, vividos, tantas vezes viciados em erros milenares, já donos de tantas experiências, precisam “entrar de novo no ventre da mãe” e se fazerem crianças outra vez?

  A função educativa da reencarnação – como nova oportunidade de refazer o destino, de aprendizagens diversas e de resgate de faltas passadas – perderia o sentido se o Espírito não fosse internado num corpo infantil.

Leia mais...

 

Pesquisa

Receba o Informativo

  1. Nome
    Digite o seu nome
  2. Email(*)
    Digite o seu email
  3. Captcha
    Captcha
      RefreshInvalido

PodCast do Miécio

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

PodCast Espirita no. 20 - Obsessão, desobsessão

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/ooZ0N1)     No...

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

PodCast Espirita no. 19 - Mudanças na terra, como agir?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/LT27eq)     No...

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

Podcast no.: 18 - Deficiências, por quê?

  .. Download   No computador     Download mp3 (https://goo.gl/5V1Vug)     No...