Por: Miécio Walti

Já fui trabalhador de centro espírita antes da pandemia de Coronavírus.

Por circunstâncias da vida já passei por várias casas espíritas, em diversas funções.

Muitas pessoas vinham pedir todo tipo de ajuda, e na mesma proporção, a disposição dos trabalhadores e da espiritualidade em ajudá-los era imensa.

Hoje quero falar sobre os atendimentos para problemas familiares, amigos, pessoas na empresa.

É grande o número de pessoas que veem às casas espíritas para pedir ajuda em situações parecidas estes que citei. Recebem ajuda e depois de um bom tempo voltam com a mesma queixa.

Está tudo certo ir ao centro espírita pedir ajuda, mas, será que a mudança interior não resolveria mais? O quanto você já tentou perdoar o familiar que te aflige?

Perdão não é esquecer do malfeito, do desentendimento.

Perdão é lembrar e não ter mais valor, não ter emoção, não ter sentimento para aquele acontecimento passado.

Estamos dispostos a trabalhar o perdão? Estamos dispostos a tentar perdoar o familiar, para começar a resolver o problema?

Vou contar uma experiência pessoal. Uma vez eu estava com um pensamento na cabeça, insistente, dolorido, sofrido, que me acompanhava. Ao me deitar, pedi ao meu amigo espiritual que me ajudasse com este problema, e que eu não gostaria mais de sentir a dor que estava dentro de mim.

No outro dia, o fato que me machucava ainda estava lá, mas não tinha mais sentimento, aquela dor, e não tendo nenhum sentimento, não tem por que eu pensar naquela situação. Assim, situação perdeu o valor para mim, fui voltando a conversar com meu familiar, e devagar, hoje não temos mais problema, não tem mais mal-estar ao vê-lo.

Hoje temos animadas conversas, alegres, consegui perdoá-lo e está tudo bem.

Nem todos vão conseguir que seu amigo espiritual tire sua mágoa, pois eles não querem nos dar nada pronto. Eles querem principalmente nossa evolução.

A nossa evolução pessoal está em aprendermos as coisas. Então, faça sua parte, faça o impossível para perdoar as pessoas que te magoam, e se não conseguir depois de ter tentado exaustivamente, ore com humildade, peça para que seu sentimento ruim seja levado embora. O seu, e não o da outra pessoa.

No dia que a mágoa for embora, vai ver que seu dia vai ser feliz, leve, gostoso. Os dias serão deliciosos sem mágoa. Mágoa é um sentimento denso.

O espiritismo nos ensina sobre o que sintonizamos e qual a resposta em nossa vida.

Então, emanando sentimentos ruins, densos por boa parte de seu dia, o que você vai atrair para perto de você? Como as pessoas vão se sentir ao você chegar perto? É muto melhor você emanar amor, alegria, gratidão. E não esqueça de uma coisa! Como você vai ao centro espírita pedir para alguém lhe perdoar se você mesmo não perdoa a pessoa? Pense sobre isso!

Grato por ter lido esta matéria. Quer me sugerir algum tema para ser trabalhado? Me envie um Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..