Pais e filhos

Juventude: Some esforços, multiplique talentos

A Juventude representa fase importante para o desenvolvimento do espírito.

Enquanto ser reencarnante em processo de aprimoramento, o jovem trilha caminhos que o convidam, continuamente, ao autoconhecimento e à escolha de atitudes alinhadas aos seus objetivos e ideais, comprometendo-se com uma opção mais consciente de vida.

Leia mais...

Uma brasileira foi condenada a nove meses de prisão, na Espanha, por expulsar de casa, por um dia, o seu filho de 15 anos.

A sentença recebeu destaque nos principais jornais e TVs espanholas. Nossa conterrânea alegou que agiu assim, porque pretendia dar uma lição mais "forte" no filho, que é problemático, desobediente e muito agressivo. Sua intenção era ensinar-lhe regras sociais e respeito pela mãe.

Leia mais...

A educação espírita começa no lar. Nas famílias espíritas é dever dos pais iniciar os filhos nos princípios doutrinários desde cedo.

A falta de compreensão da doutrina faz que certas pessoas pensem que as crianças não devem preocupar-se com o assunto.

Leia mais...

Fonte: O Consolador

A criança é um Espírito reencarnado, uma alma que recomeça uma nova existência na carne.

Como ser espiritual, traz toda uma bagagem acumulada ao longo de sua trajetória evolutiva. Seu destino é a perfeição de que é suscetível e, para isso, conta com o tempo necessário, pois seu esforço de aperfeiçoamento não se circunscreve apenas a uma existência terrena.

Leia mais...

A escolha dos pais com os quais o espírito vai encarnar (como filho) acontece justamente porque eles podem oferecer ao espírito a possibilidade de “ativar” determinados complexos de encarnações passadas. Isto significa que a criança terá naquela família as dificuldades e facilidades necessárias para ela cumprir aquilo que foi planejado antes de nascer (missão de vida).

- O retorno do espírito para o corpo é planejado. A família em que ele nascerá será aquela capaz de propiciar o positivo e o negativo que ele precisa para evoluir.

Leia mais...

Se teu irmão cometer alguma falta contra ti, vai e repreende-o entre ti e ele. Se te ouvir, terás ganho teu irmão. Se não te ouvir, toma contigo uma ou duas outras pessoas para que toda a questão se decida pela palavra de duas ou três testemunhas. (Mateus 18:15-16)

É fácil a convivência entre os membros de uma família? Por mais cristã seja ela, sempre haverá um momento de atrito, que exigirá dessa família ponderação e equilíbrio, a fim de que o clima de paz necessário a uma boa convivência se crie ou se restabeleça.

Leia mais...

A vida de Chico Xavier