fbpx
HomeInformativoArtigosIntolerância religiosa
Sábado, 25 Janeiro 2020 11:03

Intolerância religiosa



Imagem Divulgação/ Pixabay

FONTE: MOMENTO ESPÍRITA 

A liberdade de expressão é conquista recente na história da Humanidade.

Não vão longe os tempos onde expressar o pensamento podia ter como consequência a condenação à morte.

Déspotas, tiranos, assim como religiões, doutrinas, oprimiram e cercearam a livre expressão do pensamento.

Hoje ainda insistem alguns a fomentar seus rincões de intolerância e de proibições.

Porém, cada vez mais ganham espaço as conquistas da liberdade de refletir e de expor as ideias.

Quando esse direito é respeitado por todos, temos a possibilidade de sermos coerentes entre pensar e falar, dando ao outro, da mesma forma, tal direito.

Cabe a cada um de nós entender que pensamos de maneira diferente porque temos valores, conceitos e visão de mundo muito próprios.

E, na medida que respeitamos o próximo, podemos rogar para nós esse mesmo respeito.

Nesses termos, cabe-nos perguntar: Qual seria a melhor religião para alguém?

Certamente, a resposta não é única.

Na diversidade de pensar e agir em que mergulha a Humanidade, poderíamos eleger uma religião como a melhor?

Certamente, se nos fosse imposta uma religião com a qual não concordamos, que não aceitamos, não nos iríamos sentir confortáveis.

Isso acontece com qualquer pessoa para a qual insistirmos em impor nossa crença.

A melhor religião deve ser aquela que não nos torna hipócritas, que nos transforma em pessoas de bem, corretas, seres humanos melhores.

Portanto, a respeito desse assunto cabe a cada um optar, a mais ninguém.

Será somente nesse entendimento entre a criatura e Deus que se poderá escolher a melhor forma de chegar até Ele.

Toda doutrina ou religião que conduza o homem ao bem, deve ser digna de respeito.

Isso porque, quando se trata das coisas de Deus, o importante não é o caminho que tomamos, mas sim, a direção para a qual caminhamos.

E são muitos os entendimentos e as expressões que nos conduzem ao Pai.

Nesses termos, infrutífera, quando não desrespeitosa, qualquer imposição de crença a outrem.

Para alguns, Deus está na natureza. Para outros, a convivência está dentro do Seu templo. E tantos O cultivam na intimidade do coração.

Uns O têm como Pai amoroso. Outros, talvez O percebam mais como um Pai severo.

São estágios evolutivos.

Alguns se atêm fervorosos às suas crenças religiosas. Outros preferem viver a seu modo a sua relação com Deus.

Para o Criador do Universo, o importante não é o que sai da boca, dos gestos, ou onde isso é feito.

Para o Pai Maior, o grande significado está naquilo que se passa no coração.

Dessa forma, há que respeitar-se toda e qualquer crença, quando nos conduz e nos faz bem.

Afinal, Deus, acima disso tudo, entende que nós, Seus filhos, ainda estamos tateando, dando os primeiros passos, na busca de entender a Sua grandiosidade e bondade.

Redação do Momento Espírita.

Last modified on Sábado, 25 Janeiro 2020 11:06

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • A melhor religião


    Imagem: Pixabay
    Por: Roosevelt A. Tiago

    Estabelecer critérios competitivos, faz parte da natureza humana em todos os aspectos da vida, sempre comparamos nossa vida e as situações que ela envolve com as das demais pessoas.

    Acostuma-se dizer que política e religião não são passíveis de discussão, entretanto deixar de apresentar nossa opinião sobre os assuntos a nossa volta é tarefa quase impossível.

    Leia mais...
  • Ingratidão dos filhos. Como superar?


    Por: Wellington Balbo

    Tema que deixa a todos muito interessados é o que trata do tópico concernente a gratidão, ou seu inverso, a ingratidão.
    Já trabalhei em palestras o tema: “A ingratidão dos filhos, como superar?” e constatei um imenso interesse da plateia em saber mais sobre o assunto.

    Leia mais...
  • Carnaval




    Imagem:
    Pexels
    Fonte : Jornal de Jundiaí
    Por: Vania Mugnato de Vasconcelos

    Não é raro ouvir de espíritas e religiosos não espíritas, quão negativo é o ambiente astral durante o Carnaval, fazendo com que alguns destes julguem quem aprecia a grande festa. Afinal, pensam, há abuso de bebidas, drogas, irresponsabilidade no trânsito, desregramentos no uso das forças sexuais e muitas outras, realmente causando repercussões de ordem material, física, moral e, porque não dizer, espirituais.

    Leia mais...
  • Os Espíritos usam roupas?


    Imagem: Pixabay
    Fonte : Letra Espírita
    Por: Priscila Gonçalves

    “Os Espíritos usam roupas?”, é uma pergunta bem pertinente não só aos que começam a estudar a Doutrina Espírita, mas àqueles que já estudam e nutrem um certo conhecimento sobre o assunto.

    Começo este artigo lembrando de uma conversa que tive com um amigo a respeito de seus companheiros Espirituais, dentre os quais, um deles se apresenta ao trabalho vestido de motoqueiro, com direito a jaqueta e botas de couro preta, calça rasgada, além de muitos acessórios de couro e tachas, bem Rock N’ Roll mesmo.

    Leia mais...
  • Coronavírus: A lição das epidemias

     


    Imagem: Pixabay
    Fonte : CORREIO.NEWS
    Por: Eliana Haddad

    Iniciamos este ano com a notícia de uma epidemia causada pelo coronavírus, um grupo de vírus já conhecido desde 1960 e que provoca doenças que vão de infecções leves a moderadas até as mais graves, como a pneumonia, e que podem levar à morte.

    O vírus foi detectado inicialmente na China, em Wuran. Seu período de incubação é de 2 a 14 dias e apresenta como principais sintomas coriza, dor de garganta, febre, tosse e falta de ar. A transmissão acontece por meio de tosse ou espirro; contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão; e contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

    Leia mais...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.

Sobre o instituto



O Instituto Beneficente Chico Xavier foi fundado no dia 04 de Setembro de 2010 na cidade de Itu - SP

O trabalho realizado pelo Instituto Chico Xavier é o de divulgar a Doutrina Espírita pela Internet e redes sociais, realizar Seminários e palestras espírita e também divulgar o livro Espírita, através do Clube do Livro Espírita Emmanuel.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato