fbpx
HomeInformativoArtigosA caminho de Emaús
Segunda, 06 Julho 2020 17:24

A caminho de Emaús



Imagem:
Pixabay
Por: Eduardo Rossatto

Após o desencarne de Jesus, Lucas nos conta em 24:16, que dois discípulos estavam com a fé abalada e se afastaram de Jerusalém, isto é, se afastaram dos ensinamentos de Jesus, a caminho de Emaús, uma pequena aldeia, quando um estranho se aproximou e tentou consolar os dois jovens reafirmando que Deus não havia abandonado os cristãos. Este amigo oculto, Jesus, passou despercebido pelos discípulos, simbolizando a cegueira dos homens que não enxergam o auxílio da Providência.

Eles caminharam pela estrada de Emaús até uma hospedaria, um símbolo clássico do conforto, da paz e do acolhimento de Deus. Por incrível que pareça, os dois moços não conseguiram identificar aquele estranho como o Mestre apesar de suas palavras divinas, mas somente quando Jesus cortou o pão e lhes ofereceu que eles finalmente viram que aquele homem era Jesus.

A verdade é que muitos cristãos não veem o auxílio divino na forma de inspiração, mensagem e consolo, mas de "pão", aqui simbolizado como um bem material, riqueza ou "bençãos" materiais.

Quem de nós nunca caminhou a estrada da simbólica Emaús, sem esperança e achando que Deus nos abandonou? Quem de nós não foi cego o suficiente a ponto de não enxergar todo o auxílio que recebemos? Quem nunca ouviu falar de pessoas que alegam que após "ter aceitado" Jesus, ficaram ricos e compraram casas e carros, como se os bens materiais fossem a prova do amor de Deus e de seu auxílio espiritual?

No caminho de Emaús, alguns enxergam Jesus naquele amigo oculto e o reconhecem imediatamente pelas suas palavras e consolo, ao passo que muitos não conseguem detectar a menor presença providencial de Deus nas suas vidas a não ser quando se está com saúde ou financeiramente bem.

Qual destes discípulos é você? A caminho de Emaús, conseguiria enxergar Jesus imediatamente ou iria precisar do "pão"?

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Incorporação e possessão

     




    Fonte :
    Letra Espírita - Por : Silvio Junior

    Quando se fala em espiritualidade de modo geral, são diversos os temas tratados, onde por vezes alguns assuntos polêmicos dividem crenças e opiniões em relação a isso ou aquilo, no tocante a possíveis fenômenos observáveis através dos chamados “médiuns”, termo este criado por Allan Kardec durante a codificação do Espiritismo para identificar aqueles que serviam como meio de comunicação entre os planos material e espiritual.

    Leia mais...
  • Invigilância: a porta para a obsessão




    A existência dos fatores predisponentes - causas cármicas - facilitam a aproximação dos obsessores, que, entretanto, necessitam descobrir o momento propício da sintonia completa que almejam.

    Leia mais...
  • Suicídio inconsciente




    Fonte:
    Rádio Boa Nova - Por : Maria Izilda Netto

    Incontável o número de pessoas, em dado momento de suas existências, por motivos variados, resolveu que não era interessante continuar a viver.

    Fosse a existência contida nos limites do berço ao túmulo, sem dúvida, o suicídio seria a grande solução para os problemas e dores da Terra.

    Leia mais...
  • A tristeza segundo Deus


    Por: Eduardo Rossatto

    Segundo Paulo de Tarso na sua segunda carta aos Coríntios (7:10), há dois tipos de tristeza: a tristeza segundo Deus e a tristeza segundo o Mundo. A segunda é a lamentação, as queixas e o tédio. Sofrimento inútil que não é sublimado e que se perde na letargia.

    Leia mais...
  • Injustiça e maldade

     

    Por: Eduardo Rossatto

    Nem sempre é fácil testemunhar injustiças e maldade. O mesmo ocorreu com Simão Pedro em um determinado dia, cerca de onze anos após a crucificação do Mestre, como Humberto de Campos (Irmão X) relata no capítulo 23 da obra "Contos desta e doutra vida".

    Leia mais...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.


Clube do livro




Todo mês um livro novo em sua casa.
Clique aqui e cadastre-se.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato