fbpx
HomeInformativoArtigosOrai e Vigiai
Sábado, 11 Julho 2020 22:58

Orai e Vigiai

 




Por: Eduardo Rossatto

Orai e vigiai, pois todo cuidado é pouco. Tudo começa com uma queixa banal sobre o cachorro da vizinha que latiu a noite toda.

Depois, uma discussão boba sobre o mais bobo dos assuntos. Mais tarde, como a tampa da panela lhe escapou das mãos, você solta um palavrão. E aí vem os descontroles, irritação, impaciência e os fantasmas do passado: mágoas, ressentimentos e lembranças sombrias. Quando você se dá conta, já está fora de si e totalmente desequilibrado espiritualmente. Como Emmanuel escreveu no capítulo 23 da obra "Estude e Viva", o grande desastre é a soma dos pequenos descuidos.

Por essa razão, muito cuidado com esses "pequenos descuidos" que nos levam à um desequilíbrio tão grande a ponto de nos desestabilizar por completo. Quantas discussões inúteis por causa de coisas sem valor! Quantas lágrimas por pequenos motivos!

É de suma importância a manutenção do nosso "orar e vigiar" constantemente para que não cheguemos ao ponto de desequilíbrio. Por "orar", podemos, além da prece, preservar a mente de pensamentos sombrios, procurando nos poupar de uma "super preocupação" desnecessária e inútil, nos mantendo em sintonia com o Alto e com as belezas da natureza; por "vigiar", o que devemos fazer é se esforçar para filtrar o bom das coisas e o melhor das pessoas, não permitindo que o mal encontre guarida no coração, de modo a não escurecer os pensamentos.

Viver é uma arte, como já disseram os poetas. Vamos desenvolver essa arte, portanto, no cuidado com as pequenas coisas para que elas não cresçam e tomem conta da nossa vida. Vamos cortar o mal pela raiz, não permitindo que os pequenos descuidos diários se tornem um grande desastre. Pois não se engane, nós somos muito frágeis; qualquer desatenção pode ser fatal.

A vida de Chico Xavier

Cadastre no nosso informativo

Informativo

  • Incorporação e possessão

     




    Fonte :
    Letra Espírita - Por : Silvio Junior

    Quando se fala em espiritualidade de modo geral, são diversos os temas tratados, onde por vezes alguns assuntos polêmicos dividem crenças e opiniões em relação a isso ou aquilo, no tocante a possíveis fenômenos observáveis através dos chamados “médiuns”, termo este criado por Allan Kardec durante a codificação do Espiritismo para identificar aqueles que serviam como meio de comunicação entre os planos material e espiritual.

    Leia mais...
  • Invigilância: a porta para a obsessão




    A existência dos fatores predisponentes - causas cármicas - facilitam a aproximação dos obsessores, que, entretanto, necessitam descobrir o momento propício da sintonia completa que almejam.

    Leia mais...
  • Suicídio inconsciente




    Fonte:
    Rádio Boa Nova - Por : Maria Izilda Netto

    Incontável o número de pessoas, em dado momento de suas existências, por motivos variados, resolveu que não era interessante continuar a viver.

    Fosse a existência contida nos limites do berço ao túmulo, sem dúvida, o suicídio seria a grande solução para os problemas e dores da Terra.

    Leia mais...
  • A tristeza segundo Deus


    Por: Eduardo Rossatto

    Segundo Paulo de Tarso na sua segunda carta aos Coríntios (7:10), há dois tipos de tristeza: a tristeza segundo Deus e a tristeza segundo o Mundo. A segunda é a lamentação, as queixas e o tédio. Sofrimento inútil que não é sublimado e que se perde na letargia.

    Leia mais...
  • Injustiça e maldade

     

    Por: Eduardo Rossatto

    Nem sempre é fácil testemunhar injustiças e maldade. O mesmo ocorreu com Simão Pedro em um determinado dia, cerca de onze anos após a crucificação do Mestre, como Humberto de Campos (Irmão X) relata no capítulo 23 da obra "Contos desta e doutra vida".

    Leia mais...

Cadastre-se em  nosso informativo :

 


 




Desde 2010 divulgando a Doutrina Espírita.


Clube do livro




Todo mês um livro novo em sua casa.
Clique aqui e cadastre-se.

Clube do livro

Conheça nosso clube do livro.

Receba todo mês um livro na sua casa.


Cadastre-se aqui para aproveitar.

Contato